FÉ E OBEDIÊNCIA - Pastor Clari Mattos

ESTUDOS

FÉ E OBEDIÊNCIA

Publicado: abril, 2017

Ao dizer que tenho fé estou me referindo ao que eu creio em termos de vida espiritual, fé é também todo conteúdo doutrinário que dá sustentação à vida do que crê. A bíblia Sagrada a define como: “Firme fundamento”(Hb 11.1). Infelizmente também encontramos muitos que dizem ter fé, porém, evidenciam uma fé distorcida, misturada e não genuína. Quando falo de fé, tenho que me reportar à mais conhecida fonte geradora dessa bênção que é a Palavra de Deus tal como encontramos em Rm 10.17-“ A fé vem pelo ouvir e o ouvir pela Palavra de Cristo”. É também pela fé que devemos andar (2Co 5.7) e servimos a Deus e ao próximo.
Há vários tipos de fé no mundo praticado pelos homens e com propósitos os mais diversos também. Existe a fé natural, a religiosa a fé mista e graças a Deus também existe a FÉ VERDADEIRA, aquela que agrada a Deus e o honra (Hb 11.6), à qual o Senhor também honra na vida de quem a possui! A fé é um grande mistério, pois apesar de Deus sempre ser todo poderoso, Ele espera que usemos nossa fé com ousadia e tomemos posse, mas daquilo que Ele mesmo já nos deu (Js 1.11); “Milita a boa milícia da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado.”. (1Tm 6.12). Aqui está um boa oportunidade para esclarecer a frase TUDO É POSSÍVEL AO QUE CRÊ (Ao que tem Fé – NTLH)(Mc 9.23). Esta declaração de Jesus não deve ser entendida como promessa incondicional.
» “Tudo” não se refere a tudo o que possamos imaginar. A dimensão do alcance da fé está circunscrita à vontade de Deus. Quem ora com fé verdadeira nunca pedirá algo que seja insensato ou errado (Tg 4.3). A fé, como aqui mencionada, obtém-se como um dom de Deus.
Ele a põe no coração de quem o busca sinceramente e também vive fielmente conforme a sua vontade (Mt 17.20).
Jesus fala de uma fé que pode remover montanhas, operar milagres e curas, e realizar grandes coisas para Deus. Que fé é esta de que Jesus fala?
» A fé genuína é uma fé eficaz que produz resultados: nada vos será impossível (v. 20).
» Esta fé não é uma crença na fé como uma força ou poder, mas fé em Deus (Mc 11.22).
» Esta fé é uma obra de Deus que tem lugar no coração do cristão (Fp 2.13; Mc 9.24).É a plena certeza que Deus transmite ao coração, de que nossa oração é respondida (Mc 11.23). Esta fé é criada interiormente no crente, pelo Espírito Santo. Não podemos produzi-la em nós mesmos por meio da nossa mente (Rm 12.3).
» Uma vez que esta fé em Deus é um dom que Cristo comunica ao nosso coração, importa-nos estar unidos a Jesus e à sua Palavra e ser mais consagrados a Ele (Rm 10.17; Fp 3.8-14). Dependemos dEle em tudo: Sem mim nada podereis fazer (Jo 15.5; Jo 3.27; Hb 4.16; 7.25). Noutras palavras, devemos buscar a Cristo que é o autor e o consumador da nossa fé (Hb 12.2). A real presença de Cristo em nós e nossa obediência à sua Palavra são a origem e segredo da fé (Mt 9.21; Jo 15.7).
» A verdadeira fé opera sob o controle de Deus,e não independente Dele!. Ele no-la concede à base do seu amor, sabedoria, graça e propósito soberano, para a execução da sua vontade e como expressão do seu amor por nós. Não deve ser usada para nosso próprio proveito ou vontade egoísta (Tg 4.3).
O conceito de fé no NT abrange também a efetiva obediência
» Fé significa crer e confiar firmemente no Cristo crucificado e ressurreto como nosso Senhor e Salvador pessoal (Rm 1.17). Importa em crer de todo coração (At 8.37; Rm 6.17; Ef 6.6; Hb 10.22), ou seja: entregar a nossa vontade e a totalidade do nosso ser a Jesus Cristo tal como Ele é revelado no NT.
Quanto à obediência é uma necessidade e grande bênção para aqueles que aprenderam exercitá-la.Tem sido verificado igualmente,muitos tipos de obediências alguns totalmente errados ou interesseiros somente.
Achamos prudente lembrar, ainda que brevemente, a enfática condenação de Deus à desobediência, a Deus (Dt 8.20;1Sm 15.22;Dn 9.11) e aos pais (Dt 21.18-21) etc.
Precisamos considerar a tríplice dimensão da obediência do ser humano.
»Obedecer a Deus (At 5.29; Rm 11.30)
»Obedecer aos pais (Ef 6.1;Cl 3.20),(pela condenação da desobediência mencionada por Paulo também,fica evidenciado a importância da obediência dos filhos – Rm 1.30;2Tm 3.2).
»Obedecer às autoridades (Rm 13.1;2Pe 2.10;Jd 1.8)
Ver a parábola dos dois filhos (Mt 21.28-32)
-Existe a obediência parcial – Praticado pelos malandros
-A obediência interesseira – Pratica do mercenário
-A obediência tipo medrosa, temerosa, covarde só obedece por medo!
-Existe ainda, a obediência forçada, por pura necessidade.
-Mas existe graças a Deus,um tipo de obediência real que é motivada pelo AMOR!(Rm 6.17;Ef 6.6;Cl 3.23;1Pe 1.22)
» A fé inclui obediência a Jesus Cristo e à sua Palavra, como maneira de viver inspirada por nossa fé, por nossa gratidão a Deus e pela obra regeneradora do Espírito Santo em nós (Jo 3.3-6; 14.15, 21-24; Hb 5.8,9). É a “obediência que provém da fé” (Rm 1.5). Logo, fé e obediência são inseparáveis ( Rm 16.26).
»A fé inclui sincera dedicação pessoal e fidelidade a Jesus Cristo, que se expressam na confiança, amor, gratidão e lealdade para com Ele. A fé, no seu sentido mais elevado, não se diferencia muito do amor. É uma atividade pessoal de sacrifício e de abnegação para com Cristo ( Mt 22.37; Jo 21.15-17; At 8.37; Rm 6.17; Gl 2.20; Ef 6.6; 1Pe 1.8).
» A fé em Jesus como nosso Senhor e Salvador é tanto um ato de um único momento, como uma atitude contínua para a vida inteira, que precisa crescer e se fortalecer (Jo 1.12). Porque temos fé numa Pessoa real e única que morreu por nós (Rm 4.25; 8.32; 1Ts 5.9,10), nossa fé deve crescer (Rm 4.20; 2Ts 1.3; 1Pe 1.3-9). A confiança e a obediência transformam-se em fidelidade e devoção (Rm 14.8; 2Co 5.15); nossa fidelidade e devoção transformam-se numa intensa dedicação pessoal e amorosa ao Senhor Jesus Cristo (Fp 1.21; 3.8-10; ver Jo 15.4 nota; Gl 2.20).
A salvação é um dom da graça de Deus(Ef 2.8,9), mas somente podemos desfrutá-la  em resposta à fé, do lado humano!
Mais textos refereciais:
“E respondeu Aimeleque ao rei e disse: E quem, entre todos os teus criados, há tão fiel como Davi, o genro do rei, pronto na sua obediência e honrado na tua casa”?(1Sm 22.14)
“pelo qual recebemos a graça e o apostolado, para a obediência da fé entre todas as gentes pelo seu nome”,(Rm 1.5)
“mas que se manifestou agora e se notificou pelas Escrituras dos profetas, segundo o mandamento do Deus eterno, a todas as nações para obediência da fé”(Rm 16.26)
“Purificando a vossa alma na obediência à verdade, para caridade fraternal, não fingida, amai-vos ardentemente uns aos outros, com um coração puro”;(1Pe 1.22)
“Porque não ousaria dizer coisa alguma, que Cristo por mim não tenha feito, para obediência dos gentios, por palavra e por obras”;(Rm 15.18)
“Quanto à vossa obediência, é ela conhecida de todos. Comprazo-me, pois, em vós; e quero que sejais sábios no bem, mas símplices no mal” (Rm 16.19).
Que tenhamos uma vida de genuína fé em Cristo que nos Salvou e nos mantém, tal como o Salmista Asafe,devemos dizer confiantes e em obediência plena: “ Tu me guias com o teu conselho e depois me recebes na glória(Sl 73.24).
“A fé torna as coisas possíveis,a obediência torna a jornada segura”.
Amém!
Em Curitiba PR, 25/03/2013.


Comentários no Facebook