QUEM TEM A MENTE DE CRISTO? - Pastor Clari de Mattos

ESTUDOS

QUEM TEM A MENTE DE CRISTO?

Publicado: dezembro, 2017

“Pois quem conheceu a mente do Senhor, que o possa instruir? Nós, porém, temos a mente de Cristo” (1Co 2.16).
No texto de 1Co 2.14 ao 16 temos informação de que coisas espirituais não podem ser entendidas de forma natural, mas que só podem ser apreendidas pelo poder sobrenatural do Espírito. Neste caso todo crente submisso ao Espírito Santo, pode se incluir na classe dos “entendidos”, ou esclarecidos em relação ao que é falado aqui, seja, a vontade de Deus para cada crente (1Co 2.9,10,12). O que acontece, infelizmente, é que nem sempre deixamos o Espírito agir trazendo o correto discernimento segundo a mente de Cristo e acabamos, descambando para os “discernimentos” pelo prisma da razão, dogmas, cultura e até pela emoção.
Ampliando o tema da “mete de Cristo”, que é bem complexo, estudemos os seguintes pontos:
Alguns entendem que ao aceitamos a Cristo, e quando a bíblia afirma que nascemos de novo, ou nos define como novas criaturas em Cristo Jesus, o que aconteceu foi a recriação de nosso espírito humano. Na regeneração, então, o nosso espírito é recriado, isso parece ser um fato (Ef 2.1). Jesus disse que aquele que crê nele tem a vida eterna (Jo 5.24; 3.14,15,36; 6.47; 17.2,3). É o novo nascimento descrito no evangelho de João no capítulo três. O carro chefe da personalidade humana, o espírito, é salvo no momento que o pecador arrependido deposita sua fé no Senhor Jesus
Mas, e o que dizer do nosso corpo, e da nossa mente?
Eles também foram recriados? Biblicamente, não, continuam com as mesmas características e propriedades que lhes são peculiares, nada mudou nessas áreas. Para mudar a mente, por exemplo, é preciso investir num processo contínuo de desconstrução das fortalezas inimigas, naturalmente instaladas nelas e que resistem ao conhecimento de Cristo (2Co 10.4,5; 4.4; 11.3; Cl 1.21). Segundo Paulo nos diz, em se tratando da mente, a renovação é algo que nós temos que fazer: “Mas, transformai-vos pela renovação das vossas mentes” (Rm 12.2).
O mesmo apóstolo, no entanto, disse que o homem espiritual tem a mente de Cristo.
E, o que é ter a mente de Cristo?
De uma forma bem singela, significa literalmente ter os mesmos padrões de pensamentos de Cristo, ser guiado pelo Espírito Santo através da Palavra bendita de Deus. Todos os crentes podem ter a mente de Cristo? Sim, é proposta bíblica bem definida, Deus quer isso para seus filhos (Ef 4.13; Rm 8.29).
Todos os crentes têm a mente de Cristo? A resposta é, não. Foi a esse fato que Paulo estava afirmando em Rm 12, nem todos têm a mente de Cristo.
Já se disse que a mente humana é um dos, se não o maior, campo de batalha existencial com profundas influências e consequências espirituais, isto é comumente aceito por todos, pastores, obreiros, e demais estudiosos da Palavra de Deus. O porquê desta afirmação tem uma resposta relativamente simples: “A mente é o órgão de controle geral do ser humano, quem a controla, controlará também todo seu ser”.
Uma das maneiras de identificarmos um crente que efetivamente tem a “mente de Cristo” é observando as características que os qualificam.
Vejamos, então algumas das características do homem que tem a mente de Cristo:
1. Ele aceita (entende), as coisas do Espírito de Deus (1 Co 2.14) – Entender é ter ideia clara de algo.
2. Ele tem discernimento espiritual (1 Co 2.15) – Discernir é estabelecer a diferença entre algo, julgar, decidir.
3. Suporta alimento sólido, tem estrutura para tal (1 Co 3.1-2; Hb 5.13,14) – O autor da carta aos hebreus fala de ter “as faculdades exercitadas para discernir”, ou digerir os assuntos.
4. Ele conhece e pratica as Escrituras (Mt 22.29; Tg 1.22,23) – A facilidade com que muitos erram é prova de falta de conhecimento das Escrituras!
5. Produz ao natural, o fruto do Espírito (Gl 5.22,23) – Isto representa a reprodução do caráter de cristo!
7. Experimenta um processo contínuo de crescimento na graça e conhecimento (2 Pe 3.18; Lc 2.40; 2Co 3.18);
8. Demonstra maturidade, preparo e habilidade (1Co 13.11; 1Co 2.15) – Ter a mente de Cristo, então é agir como adulto!
9. Ele já crucificou a carne com sua paixão e concupiscência (Gl 5.24) – Estar morto para as coisas do mundo e vivo para Deus, é a declaração de Rm 6.11.
10. Ele ou ela é alguém com vida espiritual ativa (1Co 14.18) – Nesse texto o apóstolo fala do exercício do dom de línguas, e sua finalidade na assembleia dos santos.
11. Comunica a mensagem divina, não simplesmente com sabedoria humana, mas com unção do espírito Santo (1Co 2.13;1Co 3.19) – A sabedoria que evidencia será aquela gerada pelo Espírito Santo em sua vida e ministério.
12. Ter a mente Cristo também quer dizer “ungido” por e para Deus (2Co 1.21; 1Jo 2.20,27) – Cristo, quer dizer ungido, ter a mente Dele é mesmo que ter a mente ungida!
13. Ele anda no espírito, não na sua própria vontade ou de sua mente carnal (Gl 5.16, 25; Rm 8.14) – Andar e viver são termos que podem ser entendidos como nossa comunhão íntima com Deus, expresso pela palavra “viver”, e nosso testemunho externo diante dos homens, indicado pela palavra “andar” (Mt 5.16).
14. Anda pela fé no nome de Jesus Cristo (2Co 4.18; 5. 7) – O proceder de alguém que que tem a mente de Cristo, realmente deve ser pautado por ver o invisível e crer no inacreditável (Hb 11.27).
15. Ama a Deus sobre todas as coisas e ao seu próximo como ele mesmo (Lc 10.27; 1Co 13).
Que tenhamos todos, a mente de Cristo, a forma, o padrão ou o modelo nos deixado pelo Senhor, enquanto peregrinamos pelos prados, vales e montes deste mundo, contando sempre com a assistência do Santo Espírito!
Amém!
Pr. Clari Mattos.

Serviu-me de ajuda nesta meditação, textos de:
Mario Persona e do Pr. José Antônio Corrêa, encontrados na internet.


Comentários no Facebook